26 setembro 2010

última hora


Só para avisar que já sei fazer pipocas doces iguais [ou até melhores] às do cinema.
E à primeira. Que orgulho! 


ps. tinha uma imagem excelente para ilustrar este grande momento mas acho que o blogger está choné da tola. não me deixa pôr imagens.

10 comentários:

MARIA MARIQUITAS disse...

Ora diz lá, sff!!!
Já me salivo...

Beijos

Cláudia L. disse...

Então é simples:

- pouco óleo, só para cobrir o fundo do tacho;

- milho para as pipocas;

- assim que salta a 1ª pipoca, pôr o açúcar;

- baixar o lume para o açúcar não queimar;

- nunca parar de mexer;

- SURPRESA! pipocas super hiper mega boas!

Correu super bem.

margarida disse...

E o açúcar é a olho ou é de acordo com o milho, tipo uma chávena-uma chávena?
E mexer é abanar o tacho não é?
Depois o tacho é reutilizável ou fica assim meio inutilizado/ destinado eternamente a pipocas? :)
Bom apetite!

GuroZen disse...

Só provando é que acredito! :)

Cláudia L. disse...

margarida,
Olha, eu pus a olho. Não ficou muito doce mas para mim estava no ponto. Experimenta 2 colheres de sopa de milho e 1 de açúcar. Depois vais ajustando ao teu gosto.

GuroZen,
Mas tens alguma dúvida?!!! Não tenhas. Estavam mesmo boas. Crocantes e quentinhas. Ótimas.

Cláudia L. disse...

Ahhh, e o tacho está impecável. Como se tivesse cozido massa.

Fundamental é não ter o lume alto e estar sempre a abanar o tacho para não queimar.

Pedro disse...

Ahhh, então o estouro que se ouviu lá por casa, foi disto? Está certo. Sweet, sweet (só para fazer alusão ao doce das pipocas).

P.

Alexandra disse...

Essa é que tenho de experimentar!

margarida disse...

Obrigada! Na próxima noite de cinema já experimento. Beijinhos **

Cláudia L. disse...

Alexandra,
À confiança.

margarida,
Vais fazer sucesso. Se não correr bem eu vou aí ter contigo :) eh eh