28 julho 2011

pode não parecer


Mas eu ando sempre com "um olho no burro, outro no cigano". Sempre sempre. Como diz a minha mãe, estas antenas andam sempre ligadas.

4 comentários:

Só sedas disse...

Então ver se me ensinas uns truques porque eu sou do mais confiado que há. "Ó impossivel! Se calhar não fez por mal. Ou foi coincidência. Não deve ser nada demais! Que ideia, achas?" Tenho vindo a aprender mas o meu estado natural é assim...

Joana disse...

Eu sou como a Só sedas. Também confio em tudo e todos!

Cláudia L. disse...

O truque é mesmo esse, não confiar em tudo o que mexe. A confiança deve ser progressiva. Apalpar terreno é das coisas mais inteligentes que se pode fazer.

Só sedas disse...

Há confianças e confianças. EU não confio em toda a gente. Aliás, até ganharem a minha confiança demora muito mas é verdade que quando existem situações suspeitas eu acho sempre que não é possível e dou um voto de confiança à pessoa. Penso que me acontece isso porque na minha cabeça há coisas que são impensáveis, não valem a pena e eu nunca o faria por isso parece-me mentira que alguém se de ao trabalho de grandes esquemas, truques, diz que disse e afins. Claro que depois queimo-me mas pronto. Acho que me expliquei bem :)