16 agosto 2011

the notebook

Vi este sábado e gostei muito. Do filme e do Noah.


The Notebook (2004)

3 comentários:

Monica disse...

Já uma vez expliquei no meu blog o porquê deste ser a minha história de amor favorita de sempre :)
Voltei a recordá-lo este Sábado também. E, mais uma vez, tive a certeza. Diz-me muito, por razões pessoais, mas mais que isso é porque é uma história de verdade. Onde as personagens têm verdade, se zangam, são imperfeitas, dizem o que querem e não querem e percebem sempre, no fim de contas, que se querem. Eu acredito no amor assim :)

E o Noah, o Noah (suspiro)..a personagem dele reaparece noutro livro do autor, já sem a mulher, velho, numa história sobre uma das suas filhas. Mas para esse ainda não há filme. Mas não deixa de ser maravilhoso ter essa personagem de novo ;)

**

Só sedas disse...

por acaso a mim irrita-me um bocado o nicholas sparks porque as historias embora diferentes têm sempre a mesma essencia e cheiram-me a amor adolescente mas os filmes são bonitos, a fotografia, as personagens. Sem duvida.

Anónimo disse...

adorei tb

bj**
mo