11 setembro 2013

bate boca com a presidente da junta

Reparem bem a conversa tão simpática entre mim e a presidente da minha Junta de Freguesia...

Eu
Cara (…),
Para quando uma melhoria nas nossas estradas ao invés de uma preocupação tão grande e quase injustificada do ajardinamento das nossas rotundas?
Para quando a criação de recortes para os caixotes do lixo que continuam no meio da estrada?
Para quando a colocação de mais iluminação no Parque Urbano que, para quem lá corre/caminha à noite, chega a tornar-se assombrado?
Fico a aguardar as suas respostas.
Até breve,

A presidente da Junta
Cara senhora, coloque todas essas questões à Câmara e à EDP, entidades responsáveis por todas as suas preocupações. Eu limito-me a cumprir o que me compete fazer. E pelos visto bem, pois estou à frente desta autarquia há 16 anos, com maiorias relativas e absolutas. Já estou habituada a este tipo de comentários em campanha eleitoral, pois curiosamente nestes 16 anos nunca recebi nenhuma reclamação sua, nem a vi em reuniões de Junta ou Assembleia de Freguesia.
Cumprimentos
(…)

Eu
Cara (…),
Muito me espanta a sua resposta. Limitei-me a fazer sugestões gratuitas para o concelho onde habito há 18 anos.
Entristece-me que muitas das suas respostas se limitem a informar que determinadas situações são da responsabilidade de outrem. Sempre achei que, por estar à frente da autarquia há tanto tempo, tivesse um caminho mais rápido e ágil junto das entidades para onde sugere que reencaminhe as minhas sugestões.
Mais informo que, as sugestões de melhoramento da nossa freguesia não têm que ser dadas única e exclusivamente em reuniões de Junta ou Assembleias. Estamos todos conectados e as sugestões acredito que devam ser sempre bem-vindas.
Os tempos mudam e espero, sinceramente, que mude com eles.
Até breve,

A presidente da Junta
Já lhe respondi. Desejo que passe um dia muito feliz, tal como para mim. Um abraço.
E escusa de perder tempo a escrever-me novamente, pois eu tenho imenso que fazer e não volto a responder.
A presidente da Junta
Só mais uma coisa: ainda por cima ignora que o Parque Urbano não pertence a esta Freguesia e sim à do lado. Lá vai ter que escrever para lá. J Sabe? Eu já nasci há muitos anos, querida/o. J

Eu
E escreverei com todo o gosto para que o meu dia-a-dia seja o mais agradável possível. E, por favor, não entre em ironias comigo porque não o faço consigo nem tão pouco partilhamos qualquer tipo de confiança. Respeito mútuo, por favor.


Não é de rir?! Será que voto nela? 
Uhmmm...

6 comentários:

Carol disse...

LOL que lata.. e pessoas assim chegam a cargos desses. E depois admiram-se do estado do país. É que as respostas até parecem a gozar!

Cláudia L. disse...

Parecem a gozar, mas não são! Juro que não queria acreditar. Copiei a conversa integralmente, tirando apenas o nome da presidenta. :)
Adoro a parte do «(...)querido/a», especialmente quando me identifico com o meu nome.
Nem sei que te diga. É muito mau.

Pedro disse...

Que palhaçada.. Realmente existe gente que está agarrada ao poder! Então uma pessoa sugere e questiona certos comportamentos da Junta de Freguesia e ela responde dessa maneira? Espero bem que ela perca nestas próximas eleições!

ju disse...

Pessoas como esta há muitas, por isso este País ñ anda nem desanda!
Não votes nela, mas vota!

Só sedas disse...

Ahahaha! Nota-se mesmo que está lá há 16 anos e sente aquilo como dado adquirido. Convencida, a senhora e que pouco nível. Entra em tu cá tu lá com a maior das pintas. Vota Claudinha, vota que ao menos na Junta ela não está lá a fazer nada. Se começar à procura de outro emprego pode ser que te calhe mais de perto. Na peixaria, por exemplo.

Junto à Janela disse...

Também tive um vislumbre de como funciona a Junta de Freguesia da minha zona há pouco tempo.
Também não sabia se ria se chorava com o trabalho que por lá se faz...