15 outubro 2013

james arthur... impossível!


A versão que eu gosto mais é mesmo esta. Unplugged, sentado numa cadeira de uma rádio, com uma garrafa de refrigerante para olear a garganta e com aparelho nos dentes. Uma voz nada mexida. É pura, falha e eu adoro vozes assim. Muito talento. 

2 comentários:

Só sedas disse...

like :)

margarida disse...

Torci por ele todo o programa. Ainda agora revejo algumas actuações dele, mesmo mesmo boas!