13 outubro 2013

linda martini - sala tejo

Vi-os em palco pela primeira vez no Optimus Alive deste verão. Voltei a vê-los ontem na Sala Tejo do Meo Arena. Está longe de ser a minha banda preferida e as músicas, na sua maioria, não são o meu género. Não é por serem pesadas, porque os meus ouvidos estão habituados há anos a metal do duro, é porque o som não é limpo. Eu adoro bateria e o Hélio toca que se farta mas a guitarra baixo que também gosto muito, mal se ouve dos dedos da Cláudia. As outras guitarras ouvem-se bem, tanto a do André como a do Geraldes. Ontem gostei bastante de ouvir a voz do André, estava sincera. Foi um bom concerto. É giro ver malta que andou na escola comigo a ser alguém no mundo da música. Deixo-vos com a Volta que soa muitíssimo bem e o vídeo está muito bem gravado. Do último álbum - Turbo Lento. Os Linda Martini.


Há tanto tempo que nada acontece
E o mar não cresce para me enrolar, na sua afronta


Há tanto tempo que nada apetece
Já não aquece, é sempre devagar


Tudo se desmonta
Eu vou na volta em ti, traz-me de volta a mim


Pão de centeio, boca morta e língua tonta
Pão de centeio, boca


Vou na volta em ti, traz-me de volta a mim
O fado agora quer ser samba, soltar a corpo, perna bamba

1 comentário:

Eros disse...

Grandes!
Vi-os há uma semana, no Hard Club.