27 dezembro 2013

oh claudinha, estás bem?


Já é a 4ª pessoa que me diz, num espaço de 2 dias, que ando com o ar absolutamente derreado. Perguntam-me se estou bem, fazem-me festinhas na mão assim com um ar de "desgraçada da cachopa", perguntam-se se preciso de alguma coisa {preciso de várias!}, se está tudo bem na minha vidinha, etc. Eh pá... sim, está! Tirando o facto de ter saído agora de um mega pico de trabalho onde trabalhei horas a fio debaixo de grande pressão e com poucas horas de descanso {já nem digo sono, porque nem sempre descanso quando durmo}, não tenho férias longas {vulgo, mais do que 2 semanas seguidas} há coisa de ano e meio, as últimas férias foram de 8 dias e em inícios de agosto, arranjei um 2º emprego que acrescenta 6 horas ou mais nos dias em que sou convocada, tenho o homem a acabar a tese {o que aumenta os meus níveis de ansiedade}, estou com vontade de me pirar deste país mas ao mesmo tempo gostava mesmo era de cá ficar, não tenho fins-de-semana de lazer, passeio e bem-bom há vários meses, passam-me a vida a lixar a cabeça no trabalho com merdinhas que não lembram ao menino Jesus, mudei a equipa de trabalho, mando currículos e não obtenho resposta... eh pá, pois, se calhar estou com um ar assim a atirar para o maltratado... a ver se trato disso. Até lá, hoje é 6ª feira e amanhã tenho 10 Km de jogging {devia ser corrida mas acho que não vai dar} para fazer. Vale a preocupação.  

4 comentários:

Lorena Del Mar disse...

Força!!

Quem sabe 2014 não é o ano?

Tudo de bom!!!

MARIA REIS disse...

O que vale é que a malta é jovem.
"Forcinha" para esse lado! :)

Cláudia L. disse...

Hope so! ;)

Cláudia L. disse...

A malta é jovem e aguenta tudo, né? Ah pois é...
;)