26 fevereiro 2014

os nossos dinheiros


Na senda de uma polémica com os dinheiros do Fernando Tordo eis que leio uma linda coisa... então não é que o caríssimo e tão humilde Tony Carreira meteu ao bolso mais de 1 milhão e meio de euros que são de todos nós. Números públicos que podem consultar com facilidade no site Base de Contratos Públicos, bastando colocar no campo de pesquisa "Tony Carreira". Estamos portanto a falar de dinheiros que são gastos nas festarolas das câmaras municipais {e não só!} e que saem do bolso daqueles que, tal como eu, descontam um boa parte do salário para os bolsos não sei de quem. Pergunto-me se faz sentido que um concelho como o de Estremoz, com cerca de 15600 habitantes, gaste cerca de 90 mil euros num evento ou o de Aviz, com pouco mais de 4500 habitantes, que gastou cerca de 80 mil euros. Posto isto, parece-me que uma tal de Diferentes Ritmos, uma empresa de eventos que eu nunca ouvi falar {e já ando nisto há vários anos}, também anda a encher bem os bolsos. Não quero que o meu dinheiro vá para concertos de música nem merdas que não servem para nada. Eu quando quero ir a concertos de música pago e bem, ninguém mos oferece. Por isso, se as câmaras querem organizar concertos à borla, vão buscar patrocinadores. Andamos nós a pagar isto e ninguém põe lá a nossa cara nem o nosso nome, ou seja, patrocinamos isto e nem direito a publicidade temos. Palhaçada. 

1 comentário:

MARIA REIS disse...

Dizem eles que é "chamativo".
Eu discordo, é um investimento tremendo para os restaurantes e os cafés venderem alguma coisa.

Invistam na qualidade de vida dos moradores, que constantemente vêm as contas a aumentar. É IMI, é a factura da agua, e mais impostos municipais. Enfim, eu estou demasiado descontente com a câmara da minha terra. E o pior é que não saímos desta cepa torta.