27 março 2014

mariposas


Acredito e faço este exercício algumas vezes. Tento desfocar-me para que a vida me surpreenda e me traga coisas inesperadas. Aquela história do «é quando menos estás à espera que as coisas acontecem» já me aconteceu e sabe bem. Só tenho pena que a minha borboleta das coisas inesperadamente boas ande meio emigrada. 
imagem da Maria

7 comentários:

Jason Jr. disse...

:)

Sem açucar, se faz favor - disse...

Que linda imagem!
Tu própria acabaste por completar esse raciocínio... anda emigrada? Não penses nisso "quando menos esperares" ela vai pousar-te no ombro e trazer-te coisas boas =)

Cláudia L. disse...

Sem açúcar, se faz favor,
Antes de mais, bem-vinda! É a 1ª vez por aqui, certo?
E sim, vou tentar não esperar por isso na esperança que venha rapidinho.
Bjs e volta sempre.

bluesboy disse...

As coisas boas vão e vêm... é ciclico, mas vão e vêm :)

Cat disse...

isto é claramente uma daquelas coisas #easiersaidthandone ! acho que minha borboleta deve ter emigrado com a tua! ;)

osolbrilhaqui disse...

Calma..está só em fase crisálida!

Cláudia L. disse...

Ah ah ah, fase crisálida é lindo! ;)