15 abril 2015

variações de humor


«(...) algures, não perguntem quando nem porquê, achei que ser adulto e responsável passava pela capacidade de não cedermos a grandes variações de humor. alguma coisa parecida com um porto de abrigo de águas calmas e constantes.(...)»    dias de uma princesa 

Num texto que vale muito a pena ler na íntegra, a Catarina escreve as linhas que transcrevi acima. Tenho pensado muito neste estado de espírito. O do controlo das emoções. Começo a ter uma idade [32] em que talvez fosse melhor, para mim e para os outros, aprender a controlar as minhas emoções visíveis. A não ter grandes variações de humor. Com isso talvez me torne menos espontânea, sim certamente. A espontaneidade é talvez uma coisa de adolescentes e não de adultos.  

2 comentários:

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

Eu consigo controlar-me excepto quendo estou com o período!
;)

Meninas Mulheres disse...

Adorei! Quando souber a fórmula, publique. Tenho 33 e sou igual!
M.M.