27 fevereiro 2015

verbo: fazer


Mesmo que o resultado não seja exatamente aquilo que se espera. Mesmo que o caminho seja mais de pedras do que algodão. Mesmo que tenhamos que inverter a marcha quando achamos que estamos quase a chegar. Mesmo que tudo corra ao contrário. O que importa mesmo é tentar. É fazer. É agir. De certeza que vai valer a pena. Mais tarde ou mais cedo, valerá sempre a pena. Pela aprendizagem. Pela experiência. Fui, sou e serei pelo verbo fazer. Sempre.

3 comentários:

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Quem me dera passar mais vezes da teoria à prática!

Hortelã atrás da Orelha disse...

Que mundo diferente teríamos com mais 'fazeres' :)

e'ventar disse...

;) é mesmo!